quinta-feira, 17 de março de 2011

Cores
Quero ter uma vida maravilhosa,
Te ouvir em ritmo de "Bossa Nova",
Te amar em rimas de poemas e prosas,
E pela manhã te enviar buquês de rosas.
Por você, na Sibéria fico/corro/ando nú,
Grito seu nome do norte para que ecoe no sul,
Dar compasso ao coração como no maracatu,
Nado toda essa imensidão de cor azul.
Te dou meu sorriso mais sincero,
Um simples abraço seu, é o que eu espero,
Se quiser pinto nosso quarto de amarelo.
Na verdade, pinto da cor que quiser,
Mudo a cor de toda a minha vida,
Do preto fui para o branco e depois para você.
Autor: Cesar Santos

3 comentários:

  1. Que lindo! Tremendamente lindo!

    ResponderExcluir
  2. Caro Cesar,

    parabéns por sua poesia de alto nível!

    Muito bela!

    ResponderExcluir
  3. Valeu gente, espero continuar nesse nível.

    ResponderExcluir